Iniciar um novo tópico

A Nova Era da Economia - Onde você não tem um emprego mas está sempre ocupado trabalhando

A Nova Era da Economia - Onde você não tem um emprego mas está sempre ocupado trabalhando


Bem-vindo à nova economia onde você não tem um emprego mas está sempre ocupado trabalhando, seja online, no seu quarto em tarefas específicas dentro plataformas como o VintePila, transportando passageiros pelo Uber, ou alugando sua casa para temporadas pelo AirBNB.


A força de trabalho alternativa, normalmente denominada de freelancers é composta de prestadores de serviços independentes, cadastrados em plataformas online. Sem contrato, sem burocracia. Tudo feito de forma rápida e simples. Assim, os fornecedores de serviço, ficam em modo de espera até serem chamados para realizar tarefas para um cliente desconhecido, o seu novo patrão temporário. Ao finalizar,  de um lado o contratante avalia publicamente o serviço prestado, criando assim um espécie de controle de qualidade que ajudará a decisão de compra dos próximos clientes. Do outro lado o contratado constrói sua reputação pelo serviço prestado.


Com a rápida ascensão de novas plataformas de consumo colaborativo, as chances são que seus filhos não conhecerão termos como, carteira assinada, período de experiência, décimo-terceiro e outros termos usados na âmbito do trabalho formal. Isso porque o modelo econômico existente é arcaico e não consegue acompanhar a evolução atual.


Talvez seja difícil notar esse período de transição que estamos vivenciando hoje. E é normal para a maioria, é como a Revolução Francesa, ela só foi mencionada anos após pelos livros de histórias. Todavia, o quanto antes percebido, melhores serão as oportunidades.


Diante desse cenário, descobrir o que anunciar no VintePila pode ser para alguns uma uma tarefa pouco desafiadora de inicio. Ela exige criatividade e auto-conhecimento e uma mentalidade de vencedor. 


Seja lá o que você planeja em oferecer como serviço, você precisa ser extremamente habilidoso, você precisa amar trabalhar com isso de tal maneira que você faria de graça. Dessa forma você desenvolverá uma qualidade chave para o seu sucesso, a persistência. 


Lembre-se do Mcdonalds, o cheiro, as campanhas publicitárias, o gosto etc. Tudo feito para atrair e depois voltar e comprar de novo e de novo.


Então vou compartilhar o mindset sobre esse novo mercado de micro-serviços e desmistificar a falsa interpretação de que o valor de R$20,00 é pouco.


Você tem uma habilidade. Quando essa habilidade resolve o problema de alguém, você tem a oportunidade de transforma-la em serviço, ou seja, troca-la por grana. 


Ao se cadastrar no VintePila com a intenção de vender, sua primeira tarefa é quebrar suas habilidades em uma pequena oferta que faça sentido vender a partir de R$20. 


Uma vez que o seu serviço principal custará um valor fixo de R$20,00, as melhores ideias de serviço são pequenas tarefas, escaláveis e que só levam alguns minutos para serem concluídas. Idealmente de 5 à 30 minutos por tarefa. 


R$20 é pouco?


A resposta pra esta pergunta é de fato relativa. O que é pouco para alguns é muito para outros e vice-versa. Entretanto essa pergunta tem um importante fator implícito - O tempo. E isso fará toda diferença. R$20 por um ano é pouco? Sem dúvida. Agora R$20 por 5 minutos?


Lembre-se, você tem o controle do tempo gasto para cada tarefa executada. Com um pouco de organização você certamente conseguirá criar algo extremamente lucrativo.


Em termos comparativos, vamos definir um ponto de referencia?Que tal o salário mínimo atual? Vou ser bem generoso e não vou levar em consideração descontos de impostos e benefícios. Vamos considerar o ganho liquido de R$ 880/Mês pra 200 horas de trabalho ( 40 horas semanais)


Se dividirmos o salário de 880 em hora, dá aproximadamente de R$4,40/hora. Oferecendo serviços no VintePila por R$20 e supondo que você gaste uma hora para concluir cada tarefa, você tem a possibilidade de no fim do mês fazer pelo menos 5 vezes o que um emprego convencional normalmente pagaria. 


Sem contar com a possibilidade de oferecer serviços personalizados e serviços adicionais, aumentando ainda mais seu lucro. E claro contando com as regalias de trabalhar do conforto da sua casa, não precisando enfrentar trânsito e as coisas chatas que já sabemos.... Então é uma questão de você enxergar as coisas com a mentalidade certa. Um velho sábio disse uma vez:


Pensamentos conduzem a sentimentos. Sentimentos conduzem a ações. Ações conduzem a resultados.


Então para mudar seus resultados é necessário mudar sua mentalidade primeiro.


Organização é chave 



Estabeleça um método de trabalho . Se organize mesmo antes das vendas começarem a desenrolar. Estabelecer um processo de como você vai concluir suas tarefas é essencial. Procure descobrir os diferentes aspectos do seu processo, tais como: 

Que hora do dia ou o tempo a cada semana vou trabalhar em meus serviços.
Como posso criar um espaço de trabalho produtivo? 
Quais os materiais que preciso para trabalhar nos meus Serviço?


Serviços Adicionais  - O poder do upselling


Já aconteceu com você ao comprar um lanche no Junkfood, o atendente lhe oferecer a porção grande por um valor adicional? Pois é, essa técnica de vendas é chamada de upselling e é usada por grandes empresas de sucesso no mundo. No VintePila você pode fazer seus upsells também. Durante a criação do seu Serviço Crie serviços adicionais isso aumentá o potencial de ganho em uma única venda.


DICA:  Quando você criar um serviço, pense no que oferecer como adicional que deixe sua oferta mais irresistível ainda.


Descobrindo o que oferecer no VintePila


Antes de criar um serviço responda essas 4 perguntas:

  1. O que estou preste à oferecer resolve o problema de alguém? Há demanda?
  2. Isso vai me tomar 5 à 20 minutos?
  3. Consigo escalar este serviço? Eu poderia atender uma grande demanda? 
  4. Existem serviços ou componentes adicionais que poderiam ser construídos ao meu serviço principal?

Se sua resposta a todas essas perguntas foi "sim", então você tem um serviço potencialmente promissor em suas mãos!


Ao considerar a criação de um micro-serviço, é importante dar uma olhada nos serviços existentes que são semelhantes ao que você está planejando a oferecer. Saber o que os outros vendedores estão oferecendo vai lhe dar uma boa ideia do tamanho da demanda do mercado precisando de suas habilidades e vai ajudar você a entender o que você precisa fazer para ter sucesso. Se não tiver ninguém vendendo algo similar, você pode estar num oceano azul. 


O que fazer quando as vendas não aparecem?


É normal não vender início. É normal que ficar um algumas semanas ou até 1 mês sem vender. Caso isso aconteça responda as seguintes perguntas:

  • Existem muitas outras versões do que estou oferecendo? 
  • Como você pode diferenciar-se dos outros vendedores? 
  • Você vê uma oportunidade de atender uma necessidade ainda não explorada? 
  • Se você ver que já há um excedente de vendedores que oferecem o serviço idêntico ao que você tem em mente, descubra como você pode se diferenciar do resto.
  • Compartilhe seu serviço nas Redes Sociais para os seus amigos

Conheça o seu valor


Os serviços do VintePila começam em R$20,00. Embora seja tentador oferecer promoções ou descontos para desenrolar as primeiras vendas, oferecer o seu trabalho de graça não é uma maneira recomendada de se conectar com os clientes. É importante definir a expectativa de seu potencial comprador que seu trabalho não pode ser obtido gratuitamente. Quando o seu cliente solicitar um serviço que demandará um esforço maior ofereça à ele uma oferta personalizada. É essencial conhecer o seu valor como um vendedor e não compromete-lo, a fim de tentar atrair compradores.




4 pessoas gostaram dessa ideia

Sinceramente, não vejo pessoas oferecendo serviços — aqui ou em outro lugar — por algo próximo de R$ 20,00 e que consuma apenas de 5 a 20 minutos. Você quer dizer que alguém vetoriza uma imagem ou faz um desenho rápido assim?! Desculpe-me a franqueza, mas acho difícil.


Minha solução é encarar os R$ 20,00 como preço base para minha hora. E olhe que é preciso meio que "doar" o tempo de atendimento, comunicação necessária, que acaba funcionando como uma consultoria gratuita. Mas estou satisfeito com isso. É como você disse: o salário mínimo paga muito menos.


Só uma observação quanto a esses cálculos: o divisor é 200, e não 160. Melhor ainda para o VintePila!


2 pessoas gostaram disso
É um problema de qualquer plataforma de venda de micro-serviços, não apenas do VintePila: o atendimento eficiente e elogiável sempre consome tempo e já constitui, na prática, uma consultoria. Por isso o presente artigo ainda não me convenceu do mito.

Alexandre vamos lá,


Sinceramente, não vejo pessoas oferecendo serviços — aqui ou em outro lugar — por algo próximo de R$ 20,00 e que consuma apenas de 5 a 20 minutos. Você quer dizer que alguém vetoriza uma imagem ou faz um desenho rápido assim?! Desculpe-me a franqueza, mas acho difícil.

Em primeiro lugar obrigado pela franqueza. Por mais habilidoso que seja,  dentro dessa nova economia o vendedor  terá que se redescobrir. Terá que fazer auto-análise de como quebrar sua habilidade principal em uma pequena tarefa, mas não é só isso. Ele também terá que entender o seu público e oferecer exatamente o que precisam. Esse é a grande sacada e é o que vai separar os grandes do vendedores dos outros. O exemplo da vetorização - existe ferramentas online e offline que fazem o trabalho bruto da vetorizarão, o trabalho do designer é somente dar alguns retoques que a máquina não conseguiu, o que não toma 20 minutos. Claro, existe o fator complexidade da imagem. Se o trabalho for complexo a ponto de tomar mais de 30 minutos o papel da plataforma é oferece meios para que o vendedor possa cobrar mais ( Usando Adicionais e Ofertas Personalizadas ).
A ideia é você conseguir transformar seus serviços em pequenos produtos ao ponto do visitante chegar comprar seu serviço como um produto físico. Você é sua marca e a plataforma é a vitrine. A tarefa não será fácil ! Não disse que seria, mas que é possível é.

Minha solução é encarar os R$ 20,00 como preço base para minha hora. E olhe que é preciso meio que "doar" o tempo de atendimento, comunicação necessária, que acaba funcionando como uma consultoria gratuita. Mas estou satisfeito com isso. É como você disse: o salário mínimo paga muito menos.


Bom, cada um decide quanto vale seu tempo. Novamente, é uma questão saber empacotar sua tarefa em algo que tome apenas alguns minutos e seja atraente para um púbico específico. Concordo com você que deva haver uma certa caridade de tempo durante o atendimento, mas lhe garanto que será apenas no início. A plataforma tem um sólido sistema de reputação que facilitará a decisão de compras futuras muito mais fáceis minimizando o contato com o vendedor. Além do sistema de reputação também pensamos em oferecer ferramentas para construção de respostas automáticas para minimizar o trabalho repetitivo. 

Apesar disso ser assunto para outro tópico, quero só abrir um parentese aqui. Muitas vezes o vendedor é "importunado" pelo comprador por falta de clareza na descrição do seu serviço. Especialistas de marketing dizem: Se você quer vender seja específico. 

Não deixe margem para perguntas.
Use o título do serviço com clareza 

Use a descrição com sabedoria - compile as perguntas  mais comuns do seus clientes em um FAQ na sua descrição, descreva exatamente o que seu serviço oferece e o o que não oferece. 




 


1 pessoa gostou disso

Interessante o post, realmente o mercado para os micro-jobs está crescendo muito e a comunidade brasileira está cada vez mais se engajando nisto, prova disto é esta plataforma, aproveitando da enorme quantidade de brasileiro que trabalham em plataformas freelancer estrangeiras e que as vezes enfrentam a dificuldade de se comunicar em inglês. Sobre o seu comentário Alexandre, levo 5 minutos para fazer o serviço que ofereço e por isto discordo de você.

André, locução é peculiar. Pode ser rápido de fazer, sem perder valor. Sorte a sua! Você tem todo o direito de discordar de quem quer que seja, mas veja lá se é mesmo justo, quando sua razão é tão "específica". Agora, não estou aqui para fazer guerra. Pelo contrário, eu concordo com todo o resto da sua fala.


1 pessoa gostou disso

Imagina Alexandre, é apenas uma discussão amigável. Inclusive você apresentou excelente argumentos, e analisando melhor, concordo com você, se somar estes 5min, mais o tempo que fico online na plataforma para tentar conseguir um trabalho, mais os orçamentos, mais o tempo analisando melhores formas de atrair clientes e etc, o tempo final de cada serviço aumenta muito.


De qualquer forma, espero que esta plataforma dê certo, darei meu voto de confiança a ela e como sempre quis ser top seller no fiverr, quem sabe aqui eu não consiga isto rsrs.


1 pessoa gostou disso

O maior problema que encontro é a completa falta de informações do cliente acerca do serviço. Clicam em comprar e não passam os dados mínimos para que eu possa começar a trabalhar. O tempo de apuração é maior do que a confecção do texto. 

Além disso percebi que a plataforma encerra o prazo exatamente MEIA NOITE do último dia. Gostaria de sabe o motivo disso. 

Mas no geral só tenho elogios e agradecimentos ao Vinte Pila! 

E a comissão de vocês, perder 20% para a plataforma é demais vocês não acham? Porque vocês não cobram isso dos compradores como outras plataformas de concorrência criativa? E ainda ter que arcar com a transferência do valor para nossa conta bancaria.


Que desculpas darão pelos 20%? Se R$20 já é pouco imagina R$16!


1 pessoa gostou disso
Entrar para postar um comentário